Quantcast
Jump to content
Ana Paula Lima

Saimdang, Memoir of colors - Novel/NOVELIZAÇÃO BR/PT]

Recommended Posts

Olá e seja bem-vindo(a)!

 

Informações gerais:

Este tópico será dedicado a tradução para PT/BR da novelização desta bela história Saimdang, Memoir of Colors (Título original: Saimdang: The Herstory ou Saimdang:Light's Diary), este K-Drama foi ao ar na Coréia do Sul no início do ano passado originalmente tinha 30 episódios,porém a emissora SBS editou fazendo cortes que tiraram algumas cenas importantes da trama e reduzindo a 28 eps, a versão completa chamada International version está disponível em alguns poucos países asiáticos. *A versão que você verá na Netflix é melhor do que a versão que foi apresentada no país de origem (estas diferenças serão comentadas aqui tbm),então não perca a chance e ASSISTA AQUI: https://www.netflix.com/title/80118179

 

**Alguns erros na legenda brasileira também serão comentados aqui, por exemplo,o título real correto de Lee Gyeom, é Príncipe Uiseong, e não "Lorde",como aparece nas legendas.

 

Agradecimentos

Deixo aqui meu muitíssimo obrigada a @liddi ,responsável por fazer a tradução desta novelização que foi publicados apenas em coreano e chinês, ela traduziu para o inglês e sumarizou para facilitar a leitura. A partir desta versão em inglês  é que realizarei a tradução para o nosso idioma. Leia a versão em inglês aqui

Obrigada também a @gerrytan8063 por todo contexto histórico que nos tem explicado.

 

 

saimdang-lights-diary-song-seung-hun-leeSaimdang, Memoir of Colors

 

Volume 1: A Descoberta

 

PRÓLOGO

 

Outono de 1542. Toscana, Itália. A mansão a beira do lago.

Eu abandonei tudo e vim para cá com uma vida despedaçada, separado de um país dividido, abandonei o serviço ao rei, apenas para procurar a existência em uma terra distante nos anos restantes de minha vida. Ela não queria que eu desistisse da vida, e o último pedido dela se tornou minha mais importante razão para viver. No final, eu deixei Joseon. A não ser pelas minhas vestes dilapidadas e os cabelos amarrados em coque, tudo é estranho a mim e eu me tornei um estrangeiro. Dos altos tetos que alcançam os céus, aos lindos murais do mundo, pinturas desconhecidas que eu nunca havia visto mesmo na dinastia Ming, instrumentos musicais que soam mais lúgubres que o gayageum  e pessoas com a cor pele diferente da minha olham com curiosidade permeada com simpatia para mim - tudo é vertiginoso. Sempre que fecho meus olhos, eu vejo a imagem dela a minha volta.

Em minha mente, ela sempre está quietamente ali como um raio de luz. O rosto branco dela; negras, brilhantes pupilas como se pintadas com tinta; um nariz reto que parece ter sido pintado, um gentil sorriso em seus lábios cor de damasco; sua voz elegante que fica nos ouvidos - cada parte dela permanece em minhas memórias, e nada pode impedi-la de aparecer. De repente, eu abro meus olhos. "Eu irei pinta-la! Eu irei imortalizar cada memória dela na pintura!" A necessidade de pintar  irrompe e minguante desejo de viver estava iluminada uma vez mais.

Eu baixei o pincel e endireitei meu corpo com dificuldade, cada parte de mim estava experienciando uma dormência pungente. Quanto tempo se passou exatamente? O luar parece ter acariciado o meu corpo três vezes, significando que três meses tem se passado. Eu puxei para os lados as pesadas cortinas que bloqueiam as janelas e o calmos raios da luz da lua se infiltraram no quarto. Eu passo um olhar firme pela casa, as velas que queimavam, a desordem das ferramentas de pintura e a pintura dela a qual eu havia completado. Na pintura, ela estava vestida em uma elegante saia cinza e uma jaqueta roxa salpicada com pálidas flores dianthus, adornada com um sutil e enigmático sorriso, me encarando como se ela estivesse viva. Das profundezas do abismo toda sorte de sentimentos aquecidos se agitaram - as palavras que eu nunca poderia dizer a ela, as emoções que eu nunca poderia expressar, e o desejo insuportável, tudo isso veio transbordando.

A partir desse momento, eu não tenho sido nada além de uma concha vazia, como se tudo em mim existisse unicamente para ela, e esse segue o assim, mesmo agora.

Tradução: Ana Paula Lima

 

ae85c4c8-b7de-4c4f-ad6a-d5458e5b26ae.PNG

fullsizephoto674437.jpg

saimdang01-00042.jpg

saimdang01-00537.jpg?w=616&h=356

OXyknprnvB0t636228615758647312.jpg

"Retrato de uma Beldade"

 


Sumarização dos Capítulos

1-3 leia AQUI

  4 leia AQUI

  5 leia AQUI

Clique em "Follow" para acompanhar este tópico.

Comentem,tirem dúvidas e compartilhem!

Edited by Ana Paula Lima
Atualização com nova tradução!
  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Information for @Ana Paula Lima:

 

I moved this thread to the general entertainment section because threads like yours don't belong in the k-dramas&movies section which is solely for drama discussion threads. :)

 

If you have any questions, please PM me.

 

-Jillia

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
41 minutes ago, Jillia said:

Information for @Ana Paula Lima:

 

I moved this thread to the general entertainment section because threads like yours don't belong in the k-dramas&movies section which is solely for drama discussion threads. :)

 

If you have any questions, please PM me.

 

-Jillia

Oh I am so sorry!

Thank you, Jilla, I am new here I will pay more attention next time :)

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 26/03/2018 at 3:49 AM, gerrytan8063 said:

Obrigado por seu tipo apreciação 

 

I hope that I got the sentence correct & wish for this thread to proceed with interest

It was really sweet from you to write in Portuguse here,thanks <3 :) 

I think in this sentence "kind" would be better translated as "terna" than "tipo".

Share this post


Link to post
Share on other sites

@Ana Paula Lima

 

"I think in this sentence "kind" would be better translated as "terna" than "tipo"."

 

Thank you for the Portuguese lesson, will take note

 

In my country we have a Portuguese Settlement, in my pre-school days, a teacher of Portuguese descent sang us this song

 

 

 

She taught us this song too, although we only sang the chorus

 

First sang in Portuguese then sing in Bahasa Malaysia, our National language

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

"I didn't know that Portuguese is also spoken in Malaysia. That's so nice!"

 

Our country was invaded by foreign/western countries

 

Portuguese conquest a trading post or port town known as Malacca & colonise from 1511-1641 then came the Dutch 1641-1825 although there is a brief British occupation from 1795-1818 due to Napoleonic Wars. Malacca was ceded to British rule in 1825. By then British already spreading its influence & colonise part of Malaysia from 1771 until our independence in 1957 with the brief Japanese occupation from 1941-1945

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

59 minutes ago, gerrytan8063 said:

"I didn't know that Portuguese is also spoken in Malaysia. That's so nice!"

 

Our country was invaded by foreign/western countries

 

Portuguese conquest a trading post or port town known as Malacca & colonise from 1511-1641 then came the Dutch 1641-1825 although there is a brief British occupation from 1795-1818 due to Napoleonic Wars. Malacca was ceded to British rule in 1825. By then British already spreading its influence & colonise part of Malaysia from 1771 until our independence in 1957 with the brief Japanese occupation from 1941-1945

Wow that was a lot! Brazil also suffered a lot with a colonization and successive invasions...

Again thanks for the historical lesson! 

Edited by Ana Paula Lima

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os primeiros capítulos serão apresentados apenas de forma topicalizada especialmente para apontar as principais diferenças e highlights entre a versão que foi ao ar e o livro (novamente recomendo que tu veja a série antes de ler):

Sumarização do capítulos 1 ao 3

  1. A sogra da SJY criou seu filho com o pouco que ganhava e planejou coloca-lo na Universidade de Seoul. Ela não teve ajuda dos parentes que a desprezavam por ser pobre. Sendo assim,ela tinha muito orgulho em como JMS teve sucesso como corretor de ações, da forma que a carreira de SJY trilhava para ser professora universitária e conquistas de Eun Soo no colégio, frequentemente ela reunia os parentes para uma refeição para que eles invejassem aqueles que uma vez precisaram da ajuda deles e nunca a receberam.
  2. SJY tem um exelente olhar para arte, sendo capaz de distinguir entre obras autenticas e falsas. Após ter sido cativada pela pintura quando ela era jovem, ela determinou desde já em diante que ela se tornaria uma figura proeminente no mundo da arte coreana.
  3.  

    Na Bolonha...

     Depois dos xingamentos, SJY estava caminhando por uma rua onde se vendiam livros de segunda mão. O horário de funcionamento já havia terminado e os donos das bancas se preparavam para guardar os livros. Foi aí que um grupo de homens bêbados passaram perto dela, viram a aparência desarrumada e a forma com que arrastava sua bagagem e então assobiaram para ela. Na tentativa de se livrar deles ela acidentalmente derrubou os livros que estavam empilhados. Enquanto ela ajudava a por os livros de volta no lugar, SJY percebeu um dos livros,um que estava incompleto,havia somente uma metade do dele. As palavras eram em Hanja**, seus olhos se arregalaram enquanto ela lia: “Pintura do Monte Koomgang? A palavra ‘Gyeom’? Só ‘Gyeom’? Não deveria ser An Gyeom?”. O dono da banca apontou para o selo no livro “Siesta di Luna”. Ela então lhe paga 10 euros pelo livro.

  4.  

    Quando ela chega em Siesta di Luna, o lugar parecia estar desabitado. Após hesitar por um momento, ela bate na porta várias vezes até que um velho zelador com uma bengala atendeu a porta. Apesar de mostrar-lhe o livro e explicar a razão pela qual ela ter vindo, ele continuou recusando deixa-la entrar já que a mansão não era uma atração turística e não estava aberta a visitantes. No final das contas, ele não conseguiu dissuadí-la e a deixou entrar. De repente, ela sentiu um puxão inexplicável das profundezas de suas memórias e subiu para o segundo andar. Havia um longo corredor com muitas portas mas ela instintivamente foi até uma delas e a atravessou aquela que parecia estar esperando por centenas de anos.

    O cômodo estava vazio exceto por um comprido espelho, ainda ela sentiu que estava procurando por alguma coisa. Só então uma pomba voou e quebrou o espelho, revelando uma parede com luz que parecia emanar dela. [O livro descreve como a mulher no Retrato da Beldade calçava sapatos adornados pela flor dianthus chinesa]. SJY implora ao zelador que venda a pintura para ela, o que ele de primeira recusou já que o dono havia morrido. Nessa hora a pomba pousa sobre o ombro dela e quando ela foi tentar tira-la ,do nada,uma joaninha pousou em seu outro ombro. O zelador finalmente entendeu aquilo como um sinal dos céus já que os italianos creem que pombas são um sinal de boa sorte e representam respostas celestes.

    Assim enfim ele lhe deu a pintura como também o que continha na caixa, que era a outra metade do livro que ela obterá antes, junto de uma pequena bolsinha de pano desbotada bordada com dianthus chinesas.

  5.  

    Em agosto de 1519, Saimdang tinha apenas quatorze anos e frequentemente subia em árvores, vasculhando todos os lugares para obter os nuances exatos do que ela pintava. Devido a purga dos literatos naquele ano,Shin Myeong Hwa[pai dela] ficou preso por quatro dias e havia acabado de retornar da prisão. Nessa época,Gyeom tinha sido adotado pela sua avó haviam dois anos, na primeira vez que a tia dele o viu ele estava esfarrapado e pálido,mas mesmo assim ele possuia olhos brilhantes e inteligentes era óbvio que ele era de sangue real.
  6. Quando Gyeom encontra o livro de pinturas dela, o servo de sua tia lhe diz que isso só poderia ter sido desenhado por Saimdang,ele também contou sobre como ela conseguira desenhar o estilo de An Gyeon quando ela tinha sete anos.
  7. Saimdang misturando as cores para produzir um certo tom de verde pois estava tentando recriar a paisagem do Monte Komang de An Gyeon que ela havia visto mas desejava poder ver novamente.

 Jovem Lady Shin (Saimdang)                                      16782006_posters-revealed-for-saimdang-l

 

Jovem Príncipe Uiseong (Lee Gyeom)

16782006_posters-revealed-for-saimdang-l

 

Esta é a Dianthus chinesa tão mencionada na série e no livro:

20180303_113122.jpg

 

**Hanja é o nome que os coreanos deram aos carácteres chineses que eles incorporaram ao seu idioma. Na imagem os caracteres em negrito são Hanjas e abaxo estão escritos em hangul.

cheonjamun.jpg

 

Não se esqueça de seguir este tópico pra saber quando chegar as próximas traduções!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sumarização do Capítulo 4

 

1. SJY haviava acabado de mandar Eun Soo para escolar quando JMS para na frente dela de carro quase como numa cena de sequestro.  Ele já sabia sobre o seu colega o Sr. Lim que cometeu suicídio, e contou a ela sobre isso. Quando SJY começa a chorar, Jung Min-Seo (JMS) a puxa para perto pondo a cabeça dela sobre seu ombro para que ela não visse as lágrimas dele também. Assim eles permaneceram na praia até que lentamente eles caminham e volta ao carro.

 

2.Quando SJY abre seus olhos após o acidente, ela se vê cercada por dianthus chinesa rosa florescendo no vale. Um menino de 4 anos de idade a chama de “mãe” e pula em seus braços,derrubando-a para trás. Ela instintivamente usa a mão para se apoiar nas rochas atrás dela para proteger o menino e acaba machucando a mão. SJY sentiu que o adorável menininho lembrava Eun Soo quando era mais novo e ficou tocada com o seu sorriso e ternura. Ela pergunta a Hyang a quem as crianças pertencem e onde ela estava,enquanto as crianças continuavam a rir e brincar alheios a confusão dela.

                                    seo+jin-yoon+in+a+daze+300+px.jpg

 

 3.Ela de repente sente o calor do olhar de alguém do outro lado da rua, e viu um homem a encarando diretamente. Ele era alto e de porte elegante. Um servo estava a seu lado insistindo em falar com ele,mas este o ignorava e seguia a olha-la. Seu olhar era repleto de desespero e pesar, evocando uma inimaginável tristeza a qualquer um que visse. SJY virou de lado para evitar seus olhos, passou por ele, mas ainda conseguia sentir que o homem a olhava intensamente enquanto ela caminhava.

 

4.Quando ela chega em Ojukheon, ela finalmente percebe quem ela deveria ser, e pensou que o debruçado estudo sobre o diário havia provocado um sonho sobre isso. Mesmo assim, parecia muito vivído para ser apenas um sonho mas não havia ninguém para que mela pudesse perguntar e confirmar sua suspeita.

 

5.Depois de ligar para GHJ para confirmer se a próxima parte do diário estava restaurada, ela insiste em ir encontra-la apesar das advertências do marido, dizendo que ela iria encontrar provas de que a pintura do Mt. Kumgang do Professor Min era falsa. Quando ele tentou para-la eles entram numa briga, na qual ela o acusa de tê-los abandonado. JMS suspira pesadamente pensando que ele era muito insignificante para ela e que tudo era um caos emaranhados.

 

6.SJY sabia que ela tinha de ter o texto do diário traduzido e interpretado, uma tarefa que poderia levar anos. Ela pensou seriamente a quem poderia pedir algo assim, já descartando todos seus colegas que estavam debaixo do escturínio do Professor Min e não estariam abertos a ajuda-la. Ao conhecer HSH na entrada do prédio de seu apartamento,ela percebeu que ele derrubou um documento com interpretação de prosa em Hanja. Ela então se lembra de que durante as palestras do Prof. Min, HSH era o responsável pela tradução e interpretação de documentos em Hanja. Percebendo isso, ela rapidamente correu pela escadaria e o encontrou lá em cima secando roupa, foi lá que ela pediu que ele traduzisse o texto que ela tinha em mãos.

Resultado de imagem para yi gyeom aunt

 

7. A tradução de HSH do texto de abertura é a seguinte: “No dia que retornei a Gangneung para empacotar nossos pertences, ele me viu. Ainda que eu não tenha memória alguma dele vendo a mim... Isso é realmente estranho.Eu fui com Mae Chang, Seon, Hyun Ryong e Wu para empacotar nossos pertences para nos mudarmos para Hanyang [a capital].Esta foi a última vez que eu viajei para Gangneung..." SJY se lembra deste trajeto no sonho e dos rostos das quatro crianças.

 

8. Faziam 20 anos desde que Gyeom vira Saimdang. Ele estava mais belo do que antes,mas havi uma sombra em seus olhos, e um vazio em seu coração que não podia ser  preenchido. Depois que Saimdang se casou com outro, ele desistiu de sua amada pintura e viveu como um vagabundo – ficou com os pescadores no mar, passoum um longo tempo com os bravos homens no deserto do Mt. Kumgang. Onde quer que ele fosse, as gisaengs e as mulheres jovens clamavam para vê-lo, porém ninguém conseguia preencher o buraco no coração dele.

 

9. Quando Hu correu para tirar Gyeom da Casa das Gisaengs, não houve menção de terem arremessado urina neles.

 

10. Hu seguia Gyeom por uma única razão, e essa era a sua arte. Quando jovem, Gyeom foi um convidado na casa dele e o conquistou lhe presenteando com uma pintura. Aquele jovem caloroso e sorridente que era tão talentoso na Arte agora parecia ter uma nuvem escura sobre si, ele se tornara sombrio. Hu apenas podia aguardar esperançoso de que um dia, Gyeom recapturaria a glória de sua juventude e pintasse novamente.

 

11.Assim que ele sai, Gyeom ouve sua tia lhe gritando palavras sobre o por que ele não aceitava que Saimdang já estava casada e com filhos. No momento que ele ouve essas palavras, ele agarra o umbral da porta e treme incontrolavelmente. O que não poderia mudar, nem em 20 anos, nem em cem anos, era o fato de que o nome “Saimdang” conseguia perfurar seu coração com tamanha agonia. Isso nunca vai mudar. Foi dito que o tempo é o melhor remédio, mas para Gyeom Lee, só serviu para aprofundar o veneno e sofrimento.

 

 

*Se houverem erros na tradução por favor me desculpem e me avisem para que eu edite,ok?

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sumarização do Capítulo 5

1. O rei Jungjong vive solitário em meio ao palácio,sem qualquer saída para relaxar. Apesar dele amar a Arte, ele sempre se abstêm de se entregar muito a ela por medo de que o destino que recaiu sobre Yeonsangun também aconteça a ele.

2. Não é dito sobre como a tia de Gyeom tinha conhecimento sobre o sentimentos de opressão do rei, mas um dia ele recebe uma carta dela com uma divertida pintura de Gyeom que dizia “Uma pintura feita por um descendente real, para o prazer de um descentende real,Com tais fatos, como poderia algum rumor malicioso ” [Príncipe Euiseong e o rei são primos, os dois são descendentes de Sejong,o Grande]

 

3.Apesar da tia de Gyeom sempre dizer que o clã dela jamais estaria associado a tal vulgar artista, foi na verdade ela a primeira a perceber,apreciar o incrível talento artístico de Gyeom. De uma criança pedinte à restaurado ao seu status real e sendo querido de muito, seu amor e cuidado com Gyeom não era diferente do que ela tinha com seu próprio filho, e ela planejava para o futuro dele como se fosse filho dela. O mesmo ela sentia pelo homem enterrado e, solidão no palácio ,desprovido de carinho, ela esperava dar-lhe um pouco de ar fresco.

 

4.Os dias que Gyeom passou pintando com Saimdand lhe serviram pra melhoras seus próprios talentos. Isso chegou as ouvidos do Rei Jungjong e ele foi convocado ao palácio para ficar por algum tempo. Enquanto relutante em deixar Saimdang,ele tinha que obedecer. Aqui o livro descreve a cena em que ele pinta diante do rei e dos cortesões pela primeira vez que difere do drama no qual ele teria sido convocado aos 15. O Rei Jungjong estava cuirioso para ver o quão talentoso Gyeom era após ser amplamente louvado pela sua tia.

9784a01fdb75ec1e30a08cf9a49646bc.jpg

 

5.A pintura que ele desenha para o Rei Jungjong foi um vibrante dragão amarelo. Apesar de o rei estar cativado, ele manteve sua expressão neutra até que a pintura estivesse concluída. Ele então pergunta a Gyeom porque ele desenhou um dragão amarelo já que aquele era o símbolo do imperador de Ming. Gyeom respondeu que apesar dele ter desenhado um dragão amarelo, não era um dragão amarelo. Ele explicou que o dragão amarelo simboliza a Terra nos Cinco Elementos, dispensados nas cinco características, o exato centro das cinco direções, a raiz de todas as coisas. Sendo assim, o dragão amarelo não era do imperador de Ming,mas o símbolo do rei que era o centro de Joseon, a raiz de todas as pessoas.

*Os cinco elementos da filosofia Yin e Yang são: Ar,Terra,Fogo,Água e Madeira.

 

7. Shin Myeong Hwa estava relutante em aceitar Gyeom como seu genro, não porque ele estivesse insatisfeito com ele pessoalmente, mas por causa de sua ascendencia real. O ato de estar ligado pelo casamento ao rei tinha era um risco para a vida de toda a sua família. Após a Purga de Literaturas de 1519[Ano do Coelho], ele sabia que se tornara um espinho no lado dos que estavam no poder em torno do rei Jungjong. Se Gyeom fosse um menino qualquer e sem família, ele não hesitaria em concordar com sua proposta. Como tal, ele olhou desconfortavelmente para sua esposa, que compartilhava as mesmas preocupações.

 

 8. Quando o rei Jungjong visitou (disfarçado) a casa de Saimdang, não há menção de Yi Won Su. Depois que ele deixou Saimdang, as palavras de despedida que talvez um dia suas esperanças de visitar o Monte. Geumgang se tornariam realidade. Ela sentia que havia alguma semelhança entre este homem e Gyeom.

                                    Resultado de imagem para gyeom asking saimdang in marriage

9. Em sua animação ao receber o raro porta-tinta de Gyeom, Saimdang dá um beijo nos lábios dele. Tocando sua própria boca maravilhado, ele se achega até ela e a segura em seus braços sentindo-a tremer assim como ele. Sua silhuetas eram indistinguíveis enquanto eles se beijavam sob o luar.

 

Resultado de imagem para Hoo and yi gyeom gisaengs house

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.




×
×
  • Create New...